Indicação de Filmes


Indicação de filme para trabalhar no contexto escolar.
(28/10/2013)



Segue indicação do filme "O Menino de Carvão", é um filme curto e muito simples.
Gosto muito de utilizar em trabalhos no contexto escolar pois ajuda na reflexão sobre a importância e o privilégio que é poder ter acesso a escola e em como de fato a escola é importante na vida de todos.

Espero que gostem e possa ajudar aqueles que também trabalham nesse contexto.

Grande abraço!
Ana



Indicação de filme para trabalhar no contexto escolar.


“VEM DANÇAR” - Conta a história de um professor de dança de salão que decide ajudar alunos, de uma escola. A turma apresenta bastante resistência, e, com isso o professor enfrenta várias dificuldades, que, como dançarino resolve ensinar um novo ritmo de dança para os alunos que só gostavam de rock, funk e hip hop. Essa turma devido a rebeldia entre outros fatores, vivia numa sala de detenção. O filme retrata também a vida difícil que levavam aqueles jovens com suas famílias. Aos poucos e através da dança o professor conquista os alunos e faz com que despertem interesse por aquela dança, mais do que isso faz com que entendam a grande capacidade que cada um tem para aprender, se desenvolver e ir em busca de seus objetivos, além de transmitir aqueles jovens o respeito e amizade.
(resumo por Ana Paula Banhetti)



Indicação de filme para trabalhar no contexto escolar.




"MENTES PERIGOSAS"O filme conta a história de uma professora, Louanne Johnson, que deixa a carreira militar de fuzileira naval e entra em uma escola para lecionar sem saber as dificuldades que encontraria para esta tarefa, pois seus alunos eram de certa forma revoltados com a vida que levavam, pelas suas condições sociais, éticas e morais; mais eram inteligentes, porém desmotivados e conseqüentemente não queriam nada além da anarquia e do desrespeito, e intimidavam todo o professor que tentasse se aproximar. Em razão disso seu método de ensino não deu certo, mas ela não iria desistir passou a contextualizar e a trabalhar com eles através de suas realidades, isto é, começou a conhecer a pluralidade cultural de seus alunos, e a trabalhar a interdisciplinaridade, formando assim estratégias de ensino, umas sensatas e outras nem tanto. Para chamar a atenção de seus alunos à professora começou a ensinar artes marciais para os alunos e começou a tratar da morte em seus poemas, por ser um tema presente no cotidiano daqueles alunos, assim conseguiu vencer a resistência inicial, mais ainda não era o suficiente, então começou a dar recompensas para as atividades feitas em sala de aula, como dar chocolate a quem acertasse a questão e pagar jantar, até que eles entendessem que aprender já era a recompensa. Mais seus métodos de ensino não condiziam com os da escola em que lecionava então ela teve grandes problemas com o corpo docente da escola. Johnson por se preocupar em conhecer cada um de seus alunos, seu meio social, cultural; acabou por ter o respeito de seus alunos e uma ótima relação professor/aluno. Até que um de seus alunos é morto por um inimigo, isso faz a professora decidir desistir de continuar na escola, mais aí que ela é surpreendida seus próprios alunos não permitiram que ela desistisse, falaram que estavam dispostos a lutar para não perdê-la como professora. Ela tinha lutado por cada um deles em seus problemas e dificuldades, e que ela os tinha ensinado a nunca desistir de seus sonhos, de lutar sempre para alcançá-los.


Nenhum comentário:

Postar um comentário